FAQS | A importância do Pós-operatório

O resultado de qualquer cirurgia plástica depende de uma série de fatores. Para garantir a eficácia da cirurgia, evitar possíveis complicações e ter uma recuperação saudável, deve ter alguns cuidados pós-operatórios específicos a cada procedimento.

É comum que já se sinta apto para voltar à rotina ainda anter de terminar o período pós-operatório mas deve manter os cuidados durante todo o tempo aconselhado pois, apesar de  se sentir bem, provavelmente não estará completamente recuperado.

Uma série de alterações ocorre nos primeiros dias após a cirurgia e o organismo precisa de toda a ajuda possível para que o sistema imunológico e circulação sanguínea recuperem a força e a cicatrização e eliminação de líquidos retidos no corpo sejam eficientes.
Repouso, consumo de bastante água, boa alimentação, abstinência de tabaco e álcool, evitar exposição ao sol, trocar e limpar curativos são algumas das precauções inerentes ao pós-operatório de qualquer cirurgia. Entretanto, como já dito anteriormente, existem cuidados específicos para cada procedimento, de acordo com as necessidades geradas por cada intervenção cirúrgica.
Existem também tratamentos estéticos recomendados na recuperação de cirurgias como a abdominoplastia e a lipoaspiração. Um dos tratamentos mais comuns é a drenagem linfática, massagem que auxilia o organismo na eliminação de líquidos e evita o aparecimento de fibroses (tecido cicatricial formado devido ao processo inflamatório).
A drenagem linfática é uma técnica de massagem que trabalha o sistema linfático e o estimula a funcionar com mais eficiência, pois movimenta a linfa (líquido que existe entre as células) até os gânglios linfáticos. A linfa contém substâncias orgânicas e inorgânicas, resíduos e toxinas que devem ser eliminadas pelo corpo. A drenagem acelera o processo de eliminação do líquido e as toxinas que estão entre as céulas, diminui o edema, melhora a hidratação e nutrição celular, melhora a absorção dos hematomas, a cicatrização e regeneração dos tecidos e ativa o sistema imunológico.
O número de sessões vai depender sempre da quantidade de edema (inchaço) que desenvolve no pós-operatório, se tem tendência a criar retenção de líquidos e de possíveis complicações que podem aparecer como hipertrofia cicatricial, fibroses e seromas

Normalmente aconselho:

  • Lipoaspiração: mínimo 10 sessões;
  • Abdominoplastia: mínimo 6 a 8 sessões;
  • Mamoplastia: média de 3 sessões (não obrigatório).
Uma drenagem linfática deve proporcionar conforto e não dor. Ajuda a desinchar e modelar o local operado, assegurando uma recuperação mais rápida e um melhor resultado