Excesso de
Gordura no Pescoço


Sobre Excesso de gordura no pescoço ou a “Papada”


A acumulação de gordura no pescoço é um fator de grande incómodo pois cria uma aparência mais pesada e envelhecida, o que muitas vezes faz com que se sinta menos atraente.

A também chamada “papada” pode formar-se por 3 razões: acumulação de gordura com flacidez e enfraquecimento da pele da região, flacidez apenas ou conformação anatómica (deformação) da musculatura daquela região.

Para resolver este problema, podemos recorrer ao lifting cervical ou à lipoaspiração. A escolha do método vai variar com a estrutura que pretendemos reparar.

Lipoaspiração

O Facelift dura cerca de 4 horas.
A cirurgia dura cerca de 30 a 50 minutos.
A cirurgia pode ser realizada apenas sob anestesia local ou associando uma sedação.
Não, habitualmente a cirurgia é realizada em regime ambulatório.
Em todas as cirurgias deverá haver um período mínimo de cessação tabágico de 3 a 4 semanas.
Durante o pós-operatório é essencial a utilização de uma faixa compressiva nas primeiras 48 horas.
Poderá voltar ao trabalho ao fim de 3 dias e retomar a atividade desportiva ao fim de 1 mês.
A incisão é realizada na parte inferior do queixo e fica praticamente invisível aos 3 meses.
O resultado será permanente.

Lifting cervical

A estética da mama tem uma história longa retratada desde a antiguidade em quadros e esculturas, ao longo dos séculos a imagem de uma mama perfeita sempre existiu naturalmente em todos nós. Proporcionalidade, simetria, forma, todos nós sabemos avaliar uma mama, mas nem todas as mulheres têm a sorte de ter uma mama perfeita.
A mamoplastia de aumento é a cirurgia indicada para estas mulheres. No fundo reune tudo aquilo que se pretende na cirurgia estética: uma forma mais elegante, alcançar as expectativas das doentes, resultados reprodutíveis.
A cirurgia de aumento mamário é um dos procedimentos mais frequentes da cirurgia plástica. Desde há muitos anos que esta cirurgia é realizada, e com o decorrer do tempo, a técnica e os materiais são cada vez melhores. Neste momento as próteses têm um design muito apurado e são compostas por substâncias da melhor qualidade. Os fabricantes dão uma garantia vitalícia aos seus produtos.

A cirurgia de aumento mamário é um dos procedimentos mais frequentes da cirurgia plástica.Dr. David Rasteiro

De uma maneira geral as prótese mamárias podem dividir-se em dois tipos principais: redondas e anatómicas. Isto tem a ver com a forma da prótese. Numa prótese redonda a superfície é semiesférica, enquanto que numa prótese anatómica, o perfil faz lembrar uma pêra. Qual é a mais indicada? Bem isso é uma pergunta que deve colocar ao seu médico, se bem que de uma maneira geral as próteses redondas preenchem melhor o chamado polo superior da mama e as próteses anatómicas têm uma configuração que permite uma melhor rotação da mama, especialmente no caso da mama um pouco mais mais caída.

As mulheres que estão interessadas sobre esta cirurgia têm normalmente uma informação já muito precisa sobre o procedimento. No entanto convém esclarecer sobre a localização das cicatriz. Existem três opções no geral: o acesso periareolar ( ao pé do mamilo), inframamário (por baixo da mama) e axilar. São três opções que salvo algumas excepções, como por exemplo se se tratar de uma aréola muita pequena , que impede a via periareolar, podem ser utilizadas sempre. A escolha deve ser realizada consoante o desejo da doente e a experiência do cirurgião.

INFORMAÇÕES PRÁTICAS

Duração da cirurgia – 1H30m

Tipo de anestesia – anestesia local com sedação

Cirurgia com recuperação em ambulatório

Tempo de recuperação (até regressar ao trabalho) – 4 dias a 1 semana

Preços e Orçamentos – Clique aqui

Casos Clínicos de Mamoplastia de Aumento

Fotos Antes e Depois da Mamoplastia de Aumento

Como escolher o tamanho ideal para si?

Simule o seu novo decote em 3D antes do dia da cirurgia

Este método é indicado para homens e mulheres de meia idade com excesso de pele e gordura na região.
A cirurgia dura cerca de 120 minutos.
A cirurgia pode ser realizada sob anestesia geral ou anestesia local com sedação.
Habitualmente é necessário um dia de internamento.
Em todas as cirurgias deverá haver um período mínimo de cessação tabágico de 3 a 4 semanas, sendo que na cirurgia da face este período deva ser extendido às 6 semanas.
Durante o pós-operatório é essencial a utilização do material compressivo e realização de massagens e drenagens linfáticas. Para além disto, deve repousar, evitar movimentos bruscos, proteger-se do Sol e dormir de barriga para cima e com a cabeça levantada.
Poderá regressar ao trabalho ao fim de 7 a 10 dias. O recomeço da atividade desportiva poderá acontecer ao fim de 4 a 6 semanas.
A incisão é feita à volta da orelha e estica-se a pele e o músculo do pescoço. A cicatriz fica escondida atrás da orelha e coberta pelo cabelo.
O resultado será permanente.
Tem alguma dúvida?
Fale comigo.
Dr. David Rasteiro

Cirurgião Plástico


O seu nome*

O seu email*

Assunto*

Telefone*

A sua mensagem