Lipoaspiração
Lipoescultura


Sobre a Lipoaspiração


Há muitas formas de falar de lipoaspiração. Na sua essência, trata-se de uma cirurgia que permite reduzir a gordura acumulada em determinadas áreas através de mini incisões.
Podemos realizar lipoaspiração clássica ou associar algumas técnicas como o Laser ou a Vibração mecânica que aumentam a velocidade do procedimento. Uma recente inovação que já se tornou habitual é a reutilização da gordura aspirada noutra localização que necessite de mais volume, a isso chamamos lipofilling.
Com mais de 25 anos desde a primeira lipoaspiração, a técnica tem evoluído enormemente no sentido da diminuição das perdas sanguíneas e no controlo do resultado. Neste momento, consigo remodelar o seu corpo com precisão, quase como se tratasse de uma escultura.
Esta cirurgia permite resultados impressionantes. Gorduras há muito acumuladas e inestéticas desaparecem de um momento para o outro, contribuindo para a melhor forma física de sempre.

A estética da mama tem uma história longa retratada desde a antiguidade em quadros e esculturas, ao longo dos séculos a imagem de uma mama perfeita sempre existiu naturalmente em todos nós. Proporcionalidade, simetria, forma, todos nós sabemos avaliar uma mama, mas nem todas as mulheres têm a sorte de ter uma mama perfeita.
A mamoplastia de aumento é a cirurgia indicada para estas mulheres. No fundo reune tudo aquilo que se pretende na cirurgia estética: uma forma mais elegante, alcançar as expectativas das doentes, resultados reprodutíveis.
A cirurgia de aumento mamário é um dos procedimentos mais frequentes da cirurgia plástica. Desde há muitos anos que esta cirurgia é realizada, e com o decorrer do tempo, a técnica e os materiais são cada vez melhores. Neste momento as próteses têm um design muito apurado e são compostas por substâncias da melhor qualidade. Os fabricantes dão uma garantia vitalícia aos seus produtos.

A cirurgia de aumento mamário é um dos procedimentos mais frequentes da cirurgia plástica.Dr. David Rasteiro

De uma maneira geral as prótese mamárias podem dividir-se em dois tipos principais: redondas e anatómicas. Isto tem a ver com a forma da prótese. Numa prótese redonda a superfície é semiesférica, enquanto que numa prótese anatómica, o perfil faz lembrar uma pêra. Qual é a mais indicada? Bem isso é uma pergunta que deve colocar ao seu médico, se bem que de uma maneira geral as próteses redondas preenchem melhor o chamado polo superior da mama e as próteses anatómicas têm uma configuração que permite uma melhor rotação da mama, especialmente no caso da mama um pouco mais mais caída.

As mulheres que estão interessadas sobre esta cirurgia têm normalmente uma informação já muito precisa sobre o procedimento. No entanto convém esclarecer sobre a localização das cicatriz. Existem três opções no geral: o acesso periareolar ( ao pé do mamilo), inframamário (por baixo da mama) e axilar. São três opções que salvo algumas excepções, como por exemplo se se tratar de uma aréola muita pequena , que impede a via periareolar, podem ser utilizadas sempre. A escolha deve ser realizada consoante o desejo da doente e a experiência do cirurgião.

INFORMAÇÕES PRÁTICAS

Duração da cirurgia – 1H30m

Tipo de anestesia – anestesia local com sedação

Cirurgia com recuperação em ambulatório

Tempo de recuperação (até regressar ao trabalho) – 4 dias a 1 semana

Preços e Orçamentos – Clique aqui

Casos Clínicos de Mamoplastia de Aumento

Fotos Antes e Depois da Mamoplastia de Aumento

Como escolher o tamanho ideal para si?

Simule o seu novo decote em 3D antes do dia da cirurgia

A lipoaspiração não emagrece, apenas reduz o volume. Também não trata a celulite, apenas a disfarça. Esta cirurgia reduz sim a quantidade de gordura na zona em questão de forma eficaz e permanente.
Nunca voltará a aumentar o volume da mesma maneira se mantiver uma vida ativa e saudável.
O tempo varia com o volume a aspirar. Pode durar entre 1 a 4 horas.
A cirurgia é realizada com anestesia local, podendo estar associada ou não a uma sedação.
Dependendo da volume a aspirar, assim o procedimento pode ser realizado em ambulatório, ou seja, a cliente vai para casa no próprio dia, ou necessitar de 1 ou 2 dias de internamento.
Para todas as cirurgias é recomendável que não fume, pelo menos, durante as 3 a 4 semanas que antecedem o procedimento cirúrgico.
Os cuidados pós-operatórios incluem a utilização de uma cinta de compressão elástica e a realização de drenagens linfáticas manuais ou outras técnicas reafirmantes.
Poderá voltar ao trabalho ao fim de 3 a 4 dias mas só poderá retomar a atividade desportiva ao fim de 1 mês.
As incisões são pequenas e nas pregas cutâneas naturais, o que as torna praticamente impercetíveis ao fim de 3 meses.
O resultado é vitalício.

Antes e Depois


Tem alguma dúvida?
Fale comigo.
Dr. David Rasteiro

Cirurgião Plástico


O seu nome*

O seu email*

Assunto*

Telefone*

A sua mensagem